Abdominal Perfeito

Abdominal Perfeito

Seis Dicas para o Abdominal Perfeito

Abdominal perfeito o conceito pode parecer simples, mas colocá-lo em prática pode ser desafiador. Respiração e postura são as principais dicas.

Para ter uma “barriga tanquinho” é necessário dedicação, tempo e paciência. Para isso você precisa de duas coisas: perder gordura e criar músculos.

Associe os abdominais à aeróbica

O abdome perfeito é resultado entre abdominal e exercícios aeróbicos, como corridas e caminhadas. Os exercícios abdominais, na verdade vão apenas enrijecer a musculatura, enquanto os aeróbicos, por sua vez são responsáveis por queimar a gordura localizada nesta região.

Cuidados com as mãos e pernas durante o exercício

Deixar as pernas elevadas ao fazer abdominais, para quem não tem os músculos desta região tão fortalecidos, poderá gerar maior sobrecarga nos músculos da coxa e da lombar, deixando de favorecer os músculos abdominais. Assim como posicionar as mãos atrás da cabeça para auxiliar no movimento pode acarretar sobrecarga da coluna cervical e possível lesão.

Mantenha a postura e não esqueça da respiração

A respiração e a postura, quando não executadas de forma harmoniosa durante o abdominal, podem comprometer a eficácia do exercício e causar dores em diversas regiões do corpo, como lombar, costas e pescoço.

Por isso quando for realizar o abdominal fique atento: os pés devem se manter afastados e alinhados com o quadril, os cotovelos devem ficar bem abertos e o queixo afastado do peito e alinhado à coluna. Sempre expire no momento de mais força e inspire nas ocasiões mais relaxadas.

Não espere emagrecer para começar os abdominais

A maioria das pessoas que estão acima do peso tendem a acumular gordura na região abdominal, o que sobrecarrega a lombar e também causa dores. Com o abdome fortalecido a postura melhora e deixa as costas protegidas, desde que os exercícios sejam bem executados.

Escolha os alimentos certos

A principal dica para quem quer ter uma abdome definido é consumir carboidratos com baixo índice glicêmico, aumentar o consumo de proteínas e evitar o consumo de refrigerantes, doces e alimentos gordurosos. Legumes e verduras em especial as mais verdes, têm baixo índice glicêmico. Já as carnes e os derivados de leite com pouca gordura são as proteínas mais indicadas.

Faça séries curtas com 30 repetições

Não existe um número limite de abdominais e o ideal é que o exercício não provoque dor. Apesar disso, o ideal é que se faça 3 séries de 30 repetições para cada grupo muscular (reto, oblíquo e inferior), sempre respeitando o tempo de descanso do músculo, que é de 48 horas. Caso contrário você poderá acarretar um stress no músculo podendo causar lesões.